CURSO GRATUITO

INSCRIÇÕES ATÉ

21/06

Inscreva-se agora

O que é Feedback?
O que é Feedback formal e informal?
Feedback positivo e negativo
Qual é a importância do Feedback?
Como dar Feedback de forma efetiva?

Entenda o que é Feedback e qual a sua importância para a cultura da empresa

Saiba o que é Feedback, seus tipos, importância para empresa e aprenda a aplicá-lo no dia a dia para obter melhores resultados da sua equipe!

Thiago Coutinho
Por: Thiago Coutinho
Entenda o que é Feedback e qual a sua importância para a cultura da empresa

Já se sentiu desanimado no trabalho ou sem rumo porque não sabe se está no caminho certo? Ninguém diz se o que você está fazendo deve permanecer, nem o que é preciso corrigir… isso pode ser explicado pela ausência de feedback.

Mas o que é feedback?

Antes de responder a essa pergunta, é importante entender que o feedback é uma via de mão dupla, ou seja, tanto aqueles que estão em cargos de liderança precisam recebê-lo, assim como os liderados também devem ter uma noção sobre o desempenho no trabalho.

Quando o feedback não é fornecido, a produtividade cai e, muitas das vezes, o esforço de trabalho é direcionado de forma errada e o potencial máximo de cada integrante é desperdiçado.

E não é isso que esperamos como resultados de um líder, não é mesmo?

Agora, vamos para o que interessa! Neste artigo, você aprenderá:

  • O que é Feedback? 
  • O que é Feedback formal e informal?
  • Feedback positivo e negativo;
  • Qual a importância do Feedback?

O que é Feedback?

Feedback é uma palavra inglesa que pode ser traduzida como “a avaliação dada a respeito dos resultados obtidos em determinada atividade”.

É bom destacar que o conceito de feedback é de comunicação, e não uma palestra. Portanto, não se deve começar o diálogo tendo certeza da conclusão.

Dessa forma, o significado de “feedback” é: retorno construtivo sobre o desempenho de um profissional.

Construtivo porque seu objetivo não é simplesmente "julgar" uma atividade do colaborador, mas sim contribuir para a identificação de pontos fortes ou a melhorar desse profissional com o objetivo de auxiliar no seu crescimento pessoal/profissional.

Logo, o feedback é utilizado na administração de empresas para um melhor desenvolvimento de seus funcionários, enaltecendo aquilo que deve ser mantido e apontando o que deve ser corrigido (e, se possível, já com sugestão de como melhorar esses pontos que precisam de correção).

Mas não basta saber o que é feedback, é preciso conhecer os tipos e quando usá-los. Então, vamos a eles.

O que é Feedback formal e informal?

Feedback formal x informal

O termo feedback pode ser dado basicamente de duas formas: formal e informal. E nesse caso não existe certo e errado, nem melhor e pior jeito. Ambas são formas úteis de se dar feedbacks, podendo inclusive serem utilizadas juntas.

Feedback Formal

O feedback formal é aquele tradicional em que o gestor chama seu liderado para uma reunião, onde são apresentados os pontos que devem ser reforçados e aqueles que devem ser corrigidos.

Geralmente esse tipo de avaliação de desempenho é empregada em intervalos de tempo maiores, variando de intervalos semanais a semestrais. Portanto, é uma avaliação completa acerca do cumprimento das metase dos objetivos propostos.

Feedback Informal

Já o feedback informal é aplicado no dia-a-dia, de forma contínua, um bom exemplo neste caso é a metodologia one on one.

O bom líder usará desse tipo de retorno frequentemente, mantendo o funcionário motivado e focado em se tornar mais produtivo, afinal seu trabalho está sendo notado.

Feedback positivo e negativo

Como já foi dito antes, o feedback serve tanto para realçar os pontos positivos quanto para corrigir os pontos negativos e, assim, melhorá-los.

Certo, mas qual a importância disso?

Bem, a necessidade de se reforçar os pontos positivos é para garantir que esse comportamento se repita. Caso esse feedback não seja dado, é provável que esse tipo de atitude acabe não se repetindo.

Quer saber então qual seria a dicas, a técnica utilizada para dar um feedback assertivo?

Para obter êxito, o líderdeve explicar sua percepção da situação e a importância dessa ação positiva para toda a equipe. Isso fará com que o colaborador se sinta uma parte realmente útil da equipe.

E que a cultura do feedback e, portanto, da melhoria constante, faça parte da cultura da empresa, o que permite maior abertura para dar e receber feedbacks entre colaboradores e líderes.

Em casos de feedbacks positivos, dê preferência a elogiar em público, para que o profissional se sinta ainda mais reconhecido e se torne uma espécie de referência nessa característica destacada e elogiada pelos demais colegas de trabalho.

Já o feedback negativo ou corretivo tem como objetivo modificar um comportamento prejudicial, transformando os pontos negativos em positivos. Deve ser feito com cuidado para não soar de forma ofensiva e assim afastar o colaborador, desestimulando-o.

É bom que esse tipo de feedback venha sempre depois do positivo, pois dessa forma quem está recebendo essa avaliação fica menos na defensiva e mais disposto a ouvir o que o gestor tem a dizer.

É a técnica dofeedback sanduíche": inicie elogiando algo que realmente a pessoa é boa e faz bem, intercale pontuando uma característica ou atitude a melhorar e finalize trazendo outro elogio.

No momento de citar o ponto a melhorar, é importante trazer dados e situações (para que não fique como algo abstrato) e, ainda, sugerir mudanças (se você puder ajudar nessa melhoria, melhor ainda). A sugestão de melhoria é importante para deixar claro à pessoa que recebeu feedback que seu objetivo é ajudá-la, não julgar.

Exemplo de bom feedback

Oi, João. Vim te parabenizar pela apresentação de hoje, foi uma ótima proposta. Entretanto, percebi que na hora de falar seus argumentos, usou de um tom mais grave que o habitual. Acredito que se pudesse adequar melhor a entonação, mantendo umapostura firme, mas um tom com teor menos impositivo e olhando para todos os funcionários igualmente, receberia maior abertura para colocar o projeto em ação.

Qual é a importância do Feedback?

Agora que já vimos o que é feedback e algumas variações do mesmo, é bom entender de fato qual a sua importância, para o que ele serve e com qual objetivo deve ser implantado na empresa.

Mas antes, dê uma olhada em como fazer uso do feedback para validar um produto/serviço na sua empresa!

Voltando...

O feedback deve ser adotado pela empresa para que haja um acompanhamento de perto dos colaboradores.

Por exemplo, com a identificação de pontos a melhorar o mais rápido possível, evita-se futuros prejuízos à empresa e o funcionário se desenvolve na área que mais precisa.

E, com a constatação de pontos positivos, o funcionário fica motivado e a empresa pode usar desses pontos fortes do colaborador para conseguir melhores resultados.

Posto isso, como já foi falado, a ausência dessa avaliação compromete o andamento da empresa, gerando situações negativas.

Entre alguns impactos a serem considerados, podemos citar a queda de produtividade, autoestima e motivação. E por que isso acontece? Simples. Se um funcionário não receber nenhum tipo de retorno sobre seu desempenho, ele concluirá que o trabalho que vem fazendo nem sequer é notado.

Seguindo na mesma linha de pensamento, a lealdade desse funcionário em relação ao líder e à organização será comprometida, aumentando o risco de perda do colaborador.

Além disso, a falta de feedback pode gerar comportamentos inadequados, pois há uma sensação de que ninguém irá corrigir esse tipo de atitude.

Logo, isso trará um impacto muito negativo para o ambiente de trabalho.

Como dar Feedback de forma efetiva?

Como você deve ter visto durante o nosso artigo sobre feedback, essa técnica é uma característica que deve ser bem aplicada pelos líderes/gestores de uma organização.

A melhor forma de fornecer feedbacks de forma eficaz é se atentar ao tom e ao uso das palavras. Afinal, um retorno positivo ou negativo deve ser bem interpretado por quem o recebe.

Por isso, dê uma olhada no nosso material gratuito sobre Comunicação Não- Violenta na Prática! Aprenda a transmitir informações assertivamente e aperfeiçoe a sua fala com os colegas!

Comunicação Não-Violenta

Thiago Coutinho

Thiago Coutinho

Thiago é formado em Engenharia de Produção, pós-graduado em estatística e mestre em administração pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Black Belt em Lean Six Sigma, trabalhou com metodologias para redução de custos e otimização de processos na Votorantim Metais, ingressando posteriormente na MRS Logística como trainee, onde ocupou posições de gestor e especialista em melhoria contínua. Com certificação Microsoft Office Specialist (MOS®) e Auditor Lead Assessor ISO 9001, atendeu a diversas empresas em projetos de consultoria, além de treinamentos e palestras relacionadas a Lean Seis Sigma, Carreira e Empreendedorismo em congressos de renome nacional como o ENEGEP (Encontro Nacional de Engenharia de Produção) e internacional como Congresso Internacional Six Sigma Brasil. No ambiente acadêmico atua como professor de cursos de Graduação e Especialização nas áreas de Gestão e Empreendedorismo. Empreendedor serial, teve a oportunidade de participar de empreendimentos em diversos segmentos. Fundador do Grupo Voitto, foi selecionado no Programa Promessas Endeavor, tendo a oportunidade de receber valiosas mentorias para aceleração de seus negócios. Atualmente é mentor de empresas e se dedica à frente executiva da Voitto, carregando com seu time a visão de ser a maior e melhor escola on-line de gestão do Brasil.

Clique aqui e faça o download do ebook!

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

5 Praticas Exemplares De Lideranca

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.